No dia 06 de setembro o Sicoob Crediluz realizou o Café com o Conselho. Estiveram presentes representando a instituição, Washington Paulinelli, Guilherme Oliveira, Jarbas Camargos, Mozar Basílio, Gregory Paolinelli e Jacson Levino. Além dos produtores rurais Guilherme Basílio, Luís Carlos, João Neto, Saulo Pereira, Henrique Oliveira e representando a Coopatos Antônio Villaça.

Iniciando o evento, Washington Paulinelli, presidente do Conselho Administrativo do Sicoob Crediluz, falou da capacidade do agronegócio na região: “Temos muitas possibilidades de desenvolver a pecuária leiteira em nosso município. Um dos maiores desafios nas propriedades rurais é a falta de interesse dos jovens em permanecer na atividade. Precisamos mostrar a eles que esta atividade tem resultado, que existem muitos meios, tecnologias e ferramentas disponíveis. Temos que batalhar para que o processo sucessório se torne mais constante.”

O Diretor de Negócios Guilherme Oliveira, citou a seguinte frase de um produtor de leite da Nova Zelândia: “Eu não me considero um produtor de leite, sou um produtor de pasto e vendo meu pasto através das vacas.” E completou dizendo que não existe um modelo de produção de leite no Brasil, cada produtor precisa avaliar os seus recursos e definir seu caminho. Guilherme ressaltou que o agronegócio vai alavancar a economia brasileira.

       

João Neto, Engenheiro Agrônomo pela UFV de Rio Paranaíba e produtor de leite, falou que o Brasil tem grande potencial e pode dobrar sua produtividade de leite chegando a alcançar a Nova Zelândia que hoje apresenta 4,24 mil litros por vaca/ano através de métodos de manejo e melhoramento genético. 

Jarbas, Conselheiro Administrativo expõe a necessidade de focar na escala do leite e terceirizar o que puder. Ele acredita que o produtor que está com vontade, tem atitude, e trabalha com inteligência vai longe.

O Gerente de Relacionamento com o Cooperado, da Coopatos, Antônio Villaça, mostrou as formas de trabalho do projeto Estação Recriar, que surgiu como resposta a um dos principais gargalos da pecuária de leite: a cria e recria de bezerras e a obtenção de bons animais para reprodução. O projeto vem proporcionando aos cooperados, custos e riscos significativamente menores. 

Os produtores rurais mostraram muito interesse em dar andamento neste projeto, que pode trazer evolução e desenvolvimento para a pecuária leiteira de Luz e região.